blog

um site para edificação em amor.

CONFLITO DE SABERES

conflitosaberes

“E mesmo agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá. Respondeu-lhe Jesus: Teu irmão há de ressurgir. Disse-lhe Marta: Sei que ele há de ressurgir na ressurreição, no último dia.” João 11.22-24

Ao ler esse texto talvez você faça como muitos, condena Marta e pensa: “Incrédula! Será que ela não sabia que estava falando com Jesus, o Filho de Deus?”

Esta parte da história de Marta retrata como muitas vezes nós reagimos as promessas que Deus nos diz. Tenho certeza que você, como eu, irá se identificar de uma forma tão profunda com Marta, mas também irá aprender a reagir da forma certa.

Marta aqui está passando, talvez, por uma das situações mais difíceis de sua vida. Seu irmão Lázaro, após uma grave doença, havia morrido. Ela, como uma boa crente em Jesus, ao ver seu irmão doente logo mandou chamá-lo. Ela sabia que se Jesus viesse até Lázaro tudo poderia mudar, aquela doença seria aniquilada e seu irmão seria curado. Mas, por um momento, parece que Jesus não deu muita importância ao pedido dela e continuou sua caminhada com os discípulos. Por causa dessa demora (de acordo com o entendimento de Marta) ocorre uma fatalidade: seu irmão morre e é sepultado conforme os costumes da época. Encorajo você a ler todo o capítulo 11 do evangelho de João, que trás muitos ensinamentos de Deus.

No quarto dia após o sepultamento de seu irmão chega Jesus. Marta não perde tempo e na mesma hora expõe seu pensamento a Jesus: “Senhor, se tu estivesses aqui meu irmão não teria morrido.” Ela conhecia o poder de Jesus, já o tinha visto operar milagres. E ela continua seu discurso afirmando “E mesmo agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.” Ela sabia que não havia limites para Jesus, para Ele não haveria impossíveis. Mas aqui vemos algo muito interessante, ao ouvir da boca de Jesus que Lázaro haveria de ressuscitar, automaticamente ela transfere essa fé ou essa palavra para um tempo futuro. Marta entende como um consolo e transfere para uma promessa global e não individual.

Na mente de Marta agora vemos um conflito que acontece com todos nós dia após dia que eu chamo CONFLITO DE SABERES.

Ao mesmo tempo que sabemos que Jesus pode fazer, na nossa mente há um outro saber nos dizendo que Ele fará realmente quando chegarmos ao céu. Temos dificuldade de saber que as promessas de Deus são para nós hoje.

Como Marta, não temos dificuldade em crer no poder de Jesus, em conhecer Seu ilimitado poder e saber que para Ele não há impossíveis. Mas temos dificuldade de aplicar isso em nossa vida diária, entramos num grande conflito quando temos de saber que isso é para nós hoje. Sabemos que Jesus pode mas não sabemos se Ele vai fazer por nós. Confiamos plenamente no Seu poder, mas não confiamos em Sua fidelidade e amor.

Eu e você precisamos entender de uma vez por todas que Deus é o mesmo ontem, hoje e sempre. Jesus não estava trazendo um conforto a Marta, Ele estava trazendo uma verdade divina, algo que poderia acabar de uma vez por todas com o sofrimento dela. Era a garantia de uma intervenção divina na situação caótica em que ela se encontrava.

Diferente de Marta nós devemos calar todo saber que nos afasta de viver a promessa de Deus hoje e firmar nossa fé no SOCORRO BEM PRESENTE NA HORA DA ANGÚSTIA.

“e, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que já alcançamos as coisas que lhe temos pedido.” 1 João 5.15