blog

um site para edificação em amor.

O ARGUMENTO INFALÍVEL

O poder de um argumento bem elaborado é realmente extraordinário. E, possuí-lo, concede supremacia em meio a um debate e respeito diante de questionadores. Inserido no ambiente acadêmico da teologia, vejo constantemente alunos e professores que se esforçam em buscar argumentos que possam encerrar discussões. Todavia, já percebi que fortíssimos argumentos que, por tempos, já deixaram sábios questionadores sem palavras, conseguiram ser facilmente desconstruídos por novas premissas mais bem elaboradas.

“Cada um tem a sua verdade”, diante dessa máxima instituída na pós modernidade, argumentos sólidos elaborados por mentes brilhantes estão perdendo o seu brio, esvaindo assim o poder das palavras e tornando tolice a argumentação ou trocando a argumentação pela aceitação.

É necessário que haja uma maneira de se demonstrar a verdade com algo mais forte do que um conjunto de palavras. Toda doutrina pode ser questionada, mas uma vida exemplar é o mais forte argumento de um cristão. O argumento infalível é uma vida exemplar diante da falência do poder de um argumento em nossa sociedade.

Em toda a bíblia o cristão é encorajado a viver à altura da verdade que anuncia e não apenas ser um bom argumentador da mesma. É verdade que as pessoas sempre estarão dispostas a ouvir o que você tem a dizer quando as suas atitudes forem inquestionáveis.

Vejamos, por exemplo, o apóstolo Paulo quando foi anunciar o evangelho em Corinto. Essa era uma cidade cosmopolita e plural, onde as pessoas iam às praças para ouvir grandes filósofos e pensadores expondo suas ideias e argumentos. Sendo Paulo um homem de extrema capacidade intelectual, preferiu usar o argumento infalível. O próprio escreve aos coríntios dizendo “E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.” 1 Co 2:4,5. A palavra grega traduzida como demonstração também significa manifestação, exibição, prova.

Contra fatos não há argumentos. Contra uma história viva não há questionamentos. Se o evangelho não se tornar um fato em nossa vida, nossos mais belos argumentos teológicos serão reduzidos a apenas mais uma opinião a respeito de Deus.

Ser cristão não é carregar uma cruz, não é pertencer a uma religião ou cumprir um conjunto de regras para merecer o céu e não ir para o inferno. Ser cristão é ser como Cristo. Os discípulos foram chamados cristãos pela primeira vez pelos gentios em Antioquia. Após serem reconhecidos como judeus e também como discípulos de Jesus, as pessoas de Antioquia veem nesses homens CRISTÃOS. Esses homens não seguiam apenas uma religião, não eram propagadores de uma nova filosofia, eles demonstravam em suas vidas o evangelho de Cristo Jesus.

“Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo.”‭ 1 Coríntios‬ ‭11:1‬ ‭NVI‬‬. Esse é o conselho de Paulo para a igreja de Corinto que cabe como uma luva para cada cristão nos dias em que vivemos. Muito mais do que buscarmos argumentos que convençam a razão, vamos demonstrar o argumento infalível, nosso exemplo de vida. O alvo final é imitar a Cristo, é ser como Ele, viver como Ele vivia.

 

Viva Cristo,

Leonardo Capochim (Facebook)

@leocapochim (Instagram, Twitter, Snapchat)

www.sementesdefe.com

E-book gratuito

Cada dia cresce mais o número de pessoas que não acreditam mais na vida e nem no avanço dela. Até mesmo dentro das igrejas encontramos pessoas que estão frias e totalmente desiludidas.

Esperaram por um bom tempo uma resposta de Deus, um milagre, uma direção e não alcançaram e por isso estão desiludidas com Deus. Abandonaram a comunhão e a fé pois não acharam a resposta.

Qual a razão para isso? Deus está por trás de toda esta desilusão? O quer falar a alguém que se encontra assim?

DESILUDIDO COM DEUS é uma resposta a todos que se sentem desse jeito. Abra sua mente e coração para compreender e ser transformado ao ler este livro.

 DOWNLOAD 

IMG_4814.PNG

ABRACE O TEMOR

Já presenciei muitas reuniões, processos seletivos e treinamento de equipes ao longo dos anos. Esses momentos geralmente são cheios de dinâmicas, palavras de motivação, entrevistas e outras atividades de grupo ou individuais. Uma atividade que me chama a atenção é aquela em que cada participante deve falar a primeira palavra que lhe vier à mente em resposta a cada palavra proferida pelo instrutor. Por exemplo: quando o instrutor diz a palavra “amor”, já ouvi pessoas responderem “mãe”, “casamento”, “romance”, “chocolate”. Ao falar “férias” surgem respostas como “praia”, “família”, “necessidade”, “descanso”.

 

Perceba que comumente as respostas revelam associações lógicas ou emocionais existentes na mente de um indivíduo. Ao citar “felicidade”, um grande número de palavras surge em sua mente, porém é muito raro que alguém tenha pensado na palavra “temor”. Entretanto, a felicidade bíblica está associada ao temor. Ao revelar o caminho para a felicidade, o salmista estabelece o temor como uma de suas etapas.

 

Aleluia! Como é feliz o homem que teme o Senhor e tem grande prazer em seus mandamentos!

Salmos 112:1

 

O homem somente encontrará a verdadeira felicidade ao abraçar o temor do Senhor. Muitas pessoas têm encontrado dificuldade em alcançar a felicidade na vida pois não aprenderam a temer a Deus. Por mais que este seja um assunto recorrente das Sagradas Escrituras, existindo uma média de quinhentos versículos que falam a respeito dele, os cristãos confundem o que venha a ser este temor. Temer ao Senhor não é ter medo, é um respeito sublime a Ele. A palavra hebraica usada no texto pode ser traduzida como honra, reverência, admiração, respeito. Logo, o temor é um reconhecimento de quem Deus é. É reconhecer que Ele é Deus, é soberano, é senhor, é grande, é todo poderoso.

Acredito que uma grande parcela das tristezas que se alojam no coração estão ligadas a falta desse reconhecimento de que somente Deus é deus. O ser humano é, em muitos momentos, um colecionador de frustrações incoerentes. Decepções por não saber de tudo, por situações que fugiram de seu controle ou até mesmo por não conseguir realizar algo que era impossível. São escravos da tristeza pois não conseguem aceitar que não são Deus, logo, não podem fazer o que somente Deus poderia fazer. Aconselho que você leia um artigo que escrevi a uns anos atrás com o título Eu não sou Deus. Certamente irá ajudá-lo a alcançar esta verdade.

Quando o cristão abraça o temor do Senhor há uma verdade que logo lhe alcança. Ele começa a ter prazer no mandamento do Senhor. Essa verdade é totalmente contrária ao instinto humano e as filosofias presentes em nosso século. O homem não gosta de leis, mandamentos ou regras. Aquele que busca seguir fielmente a leis é taxado por muitos como bobo, manipulado, prisioneiro e infeliz. Uma pessoa pode ser perseguida em seu local de trabalho apenas por ser leal. Um dos motivos disso acontecer é a presença da rebeldia no coração do homem.

A bíblia declara que a verdadeira felicidade está em ter grande prazer na lei do Senhor. Só encontra prazer na lei aqueles que entendem o seu propósito. Quando o homem entende que todos os mandamentos que Deus estabeleceu têm como fim a preservação da vida, ele começa a se sentir livre e motivado a cumprí-los. O salmista declarou que “A lei do SENHOR é perfeita, e revigora todo o ser. As palavras que vêm do SENHOR são dignas de confiança, e transformam os mais humildes em sábios.” Sl 19.7 KJA

Se você deseja ser feliz de verdade, abrace o temor do Senhor e tenha alegria em seus mandamentos. Sua vida será inundada de refrigério e descanso. O conhecimento de Deus e de seu caráter protegerão a sua vida em meio aos desertos e vales. A vara e o cajado do Bom Pastor te guiarão em meio aos momentos de maiores tristezas e te conduzirão ao banquete e ao triunfo. A sua felicidade está intimamente ligada a sua confiança em Deus.


 

Viva Cristo,

Leo Capochim

EM 2017, SUPERE-SE

superacao

Pelo título você espera ler mais um artigo motivacional, recheado de autoajuda, com inúmeras frases de auto afirmação como “você é dono de sua própria história”, “pegue o leme da sua vida” ou “você é capaz de ir além por você mesmo”. Se esta era a sua expectativa, temo que terei de frustrá-la. Muitas pessoas têm desejo de alcançar grandes coisas e creio que não há nada de errado nisto. Precisamos crescer, realizar sonhos, concluir projetos. Tudo isso faz parte de nossa trajetória nesta terra.

A maioria concorda que a superação é essencial para que e sonhos e projetos realmente se concretizem. É necessário romper seus limites, ir além de sua história, seus medos, habilidades, ou seja, ir além de você mesmo para alcançar. São inúmeras as história de superação que lemos em livros ou assistimos em um emocionante filme. A sensação que tenho diante dessas histórias é que preciso me colocar em um ringue contra mim mesmo ou calar o mundo inteiro e aprender a ser auto-suficiente para dar certo na vida.

No entanto esses dias em minha leitura bíblica devocional me deparei com um texto que me chamou a atenção. Lucas, narrando a defesa de Pedro e João diante do Sinédrio registra: “Vendo a coragem de Pedro e de João e percebendo que eram homens comuns e sem instrução, ficaram admirados e reconheceram que eles haviam estado com Jesus. Atos‬ ‭4:13‬ ‭NVI”. A palavra grega traduzida como ousadia é parrēsia que significa liberdade de expressão, falar abertamente, francamente, ou seja, sem ocultação, sem ambiguidade ou circunlocução, sem o uso de figuras e comparações; confiança livre e destemida, coragem alegre, ousadia, segurança.

Anciãos, escribas e as demais principais autoridades do povo judeu ficaram admirados com o discurso de Pedro e João. O que causou essa admiração foi o fato deles saberem que os discípulos eram homens comuns, eram simples pescadores, ou seja, não faziam parte de nenhuma linhagem da alta sociedade. Além disso, eram iletrados, ignorantes, não estudaram nas nobres escolas rabínicas. Esses homens ordinários estavam falando de forma extraordinária. Incontestavelmente tinham alcançado uma genuína superação.

Agora, repare no texto que as principais autoridades atribuem essa mudança radical na vida destes homens a um único fato: “ficaram admirados e reconheceram que eles haviam estado com Jesus”. O segredo para a superação está na comunhão com Cristo. Pedro e João conseguiram ser alguém além do que eles poderiam ser por causa do relacionamento com Cristo.

A Bíblia não é um livro de autoajuda mas sim um manual da ajuda do alto. Se você quer viver a superação aprenda a depender de Deus e se relacionar com ele. Você não precisa entrar em contato com o seu eu, ou sentar-se no trono da sua existência, como dizem os conselheiros modernos. O caminho para ir além de você mesmo é permitir com que Cristo se assente no trono de sua vida e a governe. Reconheça Ele como o seu Senhor e Rei além de ser o seu Salvador. E, depois de tomar essa decisão, caminhe com Ele.

Pedro e João não apenas obedeciam as direções de Jesus, eles vivam ao seu lado. É impressionante o quanto a convivência com uma pessoa causa transformação. Aqueles são casados a muitos anos sabem o quão verídica é esta afirmação. Literalmente, manias, frases, gostos, gestos que eram singulares passam a ser comum aos dois. E ninguém consegue explicar como aprendeu, simplesmente acontece. Você se torna semelhante àquele com quem você convive.

Quanto mais você se relacionar com Cristo mais parecido com Ele você se tornará. Jesus é o homem perfeito, Ele é o mais alto padrão que existe para ser alcançado. Você pode ter muitos obstáculos que precisam ser superados em você mesmo para que alcance os seus sonhos, projetos e objetivos de vida. Talvez seu histórico familiar não seja o melhor, suas habilidades limitadas, seu passado conturbado, seu nível de escolaridade insuficiente para o que você almeja. Todas essas coisas se tornam ínfimas diante do poder que há em relacionar-se com Cristo.

Assim como os limites de Pedro e João foram rompidos dia a dia caminhando com Cristo ao ponto de todos ficarem admirados, da mesma forma será em sua vida. Relacionar-se com Cristo é possível e simples. Através da oração e da leitura da bíblia você está em contato com Ele. Orar não é falar sozinho e ler a bíblia não é ler um simples livro, você está em verdadeira comunhão com Deus nesses momentos. O esforço que você deve fazer não é para combater a você mesmo mas sim o dedicar-se a essas práticas cristãs. Sua mudança não está em você mesmo. Supere-se caminhando com Cristo.

Viva Cristo,

Leo Capochim

Como reagir aos problemas? - parte 1

Como reagir aos problemas? Esta é uma pergunta que precisa ser respondida. Em meio a tantas aflições, pressões e más notícias a Bíblia tem a resposta certa. Nesta série de mensagens o Pr. Leo Capochim está compartilhando textos bíblicos que servem de alento para a alma mas também trazem força para enfrentar o dia a dia.

Disposição de Ananias

 

image.jpg

Existem homens e mulheres que a Bíblia relata que chamam nossa atenção. Abraão, Davi, Débora, Ester, Josué e tantos outros. A história de cada um nos motiva e impulsiona para avançarmos cada dia mais, através dos feitos de Deus por intermédio deles. 

Um homem que teve a vida completamente transformada por Jesus foi Paulo. Sua história começa a ser relatada em Atos capítulo 8, porém a primeira menção dele não foi boa. Estevão estava sendo apedrejado por muitos, e o primeiro verso do capítulo 08 diz que Saulo aprovou a morte de Estevão. 

Após esse episódio, a Bíblia relata Saulo perseguindo a Igreja de Cristo. Mas, como Cristo é misericordioso e abundante em graça, Saulo é alcançado por esse amor imerecido. Jesus se revela a ele. A partir desse momento sua vida começa a ser transformada. 

Existe um outro homem, não tão conhecido, cujo nome era Ananias. A Bíblia o descreve simplesmente como seguidor de Jesus. Podemos aprender muito com a vida de Ananias. Ele não é “famoso” quanto Paulo, mas sua vida nos deixa uma grande lição. Enquanto Saulo estava cego por três dias, Jesus diz a Ananias para se dispor e ir até Saulo, pois ele era escolhido do Senhor para Sua obra.

Ananias ficou com medo, Saulo era perigoso e portava uma carta que dava aval para prender os cristãos que encontrasse. Mesmo com medo, Ananias obedeceu a direção de Jesus e foi ao encontro de Saulo, impôs as mãos sobre ele, que voltou a enxergar e foi batizado. Saulo se torna um grande homem de Deus e passa a se chamar Paulo. 

Para Saulos se tornarem Paulos, é necessário que os Ananias se disponham. Por quantas vezes inferiorizamos pessoas por não serem populares, ou por não ser notório aos nossos olhos o que Deus faz através dessas pessoas? O desejo de crescer em Deus é algo lícito. Precisamos desejar conhecê-lo cada dia mais. O problema está em querer crescer, idealizar ser como tantos homens e mulheres que a Bíblia relata, ou que Deus tem levantado nos nossos dias, mas não nos dispormos a ajudar aqueles que se tornarão grandes Paulos. 

Precisamos entender nosso chamado. Se nosso papel é ajudar Saulos, vamos com toda ousadia nos dispor! Não menospreze suas tarefas nem a de outros. Não somos melhores ou piores, apenas temos algo específico em Cristo para cumprir. 

Se meu chamado é fazer de Saulos grandes Paulos, o farei com alegria!

:: Vanessa Capochim

Monumento a criança não nascida

Esta escultura é de autoria do jovem eslovaco Martin Hudáček conhecida como MONUMENTO AS CRIANÇAS NÃO NASCIDAS.
Ela expressa a tristeza e o pesar das mães que praticaram um aborto mas também o perdão e o amor do feto para a mãe.
A idéia surguiu de jovens mulheres, mães, que estão profundamente conscientes do valor de cada vida humana e os danos que é infligido, não apenas um desperdício de potenciais de crianças não nascidas, mas também danos mentais permanentes (por vezes física) de cada mulher que decide abortar o feto.

EU SOU A FAVOR DA VIDA!

Fonte e foto: 
http://www.martinhudacek.sk/prace/
http://www.health.gov.sk/Clanok?pomnik-nenarodenym-detom
http://www.uprait.org/index.php?option=com_content&view=article&id=1198%3Ascultura-del-bambino-non-nato&catid=348%3Abioarts&Itemid=315&lang=en

Ansiedade, um sinal

Desesperol.jpg
Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.
1 Pedro 5:7

 

Após ouvir e estudar tantas vezes sobre a ansiedade, esses dias algo novo e transformador sobre este assunto chegou ao meu entendimento. Porém, antes de falar a respeito deste algo novo, quero lembrá-lo sobre o que é a ansiedade.

Ansiedade, de acordo com o dicionário da língua portuguesa Michaelis é:  

1. Aflição, angústia, ânsia. 
2. Psicol Atitude emotiva concernente ao futuro e que se caracteriza por alternativas de medo e esperança; medo vago adquirido especialmente por generalização de estímulos. 
3. Desejo ardente ou veemente. 
4.  Impaciência, insofrimento, sofreguidão.
 

Tenho facilidade para falar sobre este assunto pois, como muitos que me leem agora, já sofri demais com ela. Talvez devido ao temperamento ou estilo de vida, não sei, mas lembro de não conseguir dormir quando sabia que ia viajar ou fazer um passeio. Lembro de andar de um lado para o outro esperando por uma notícia, de quase ficar com câimbra nas pernas de tanto balançá-las por pura inquietação ou literalmente passar mal do estômago sem ter comido nada que não devia. Você já passou por isso? É tão interessante perceber as tantas maneiras que a ansiedade tem de se manifestar em cada pessoa. Algumas roem as unhas, tiram e colocam os sapatos, mordem a bochecha, é uma verdadeira loucura.

Porém, independente da forma como ela se manifesta, todos podem concordar que nada disso consegue aliviar esta sensação ou mudar a situação que a está causando. 

A RAIZ DA ANSIEDADE

A despeito das variadas manifestações, a raiz da ansiedade é uma só: o orgulho. 

As pessoas ficam ansiosas quando estão em uma situação em que elas sabem que não podem resolver mas não se conformam em não terem essa capacidade. Logo, se fecham em uma tempestade de pensamentos tentando achar uma saída.

A confiança plena em Deus é a cura para toda a ansiedade. O apóstolo Pedro encoraja a deixar nas mãos de Deus todas as situações que levam a ansiedade. Você só deixa uma tarefa nas mãos de outra pessoa se confia que ela é capaz de cumpri-la. O que atrapalha a vida não são os problemas mas a falta de confiança em Deus. 

A ansiedade, então, é um sinal que a situação que a está fomentando é trabalho de Deus e não seu. Todas as vezes que você se sentir ansioso em relação a qualquer coisa, rapidamente coloque isso nas mãos de Deus pois se você tentar resolver do seu jeito isso se tornará em um círculo sem fim, um rodear de deserto.

Veja Deus como o TODO PODEROSO pois ELE É verdadeiramente aquele que pode todas as coisas.

NO CÉU por Seminário Teológico Carisma

Carisma lança série de devocionais

“No Céu” foi ao ar no dia 31 de março deste ano, tendo como estreante o pastor, diretor e professor da instituição, Leonardo Capochim

O Seminário Teológico Carisma (STC) oferece a participantes e convidados uma variedade de atividades como o culto “Encontros”, “Escola de Cura” e o culto “Homens e Mulheres de Honra”, que têm sido ferramentas de ensino e prática da Palavra de Deus, além das salas de aula, em que muitos líderes e alunos têm sido preparados por meio da Palavra e do Espírito.

Para somar ao trabalho já disponibilizado pela instituição, o Carisma lança uma série de vídeos devocionais chamada: “No Céu”. Nessa série, os professores ministrarão semanalmente uma palavra específica para edificação da igreja.

“No Céu” foi ao ar no dia 31 de março deste ano, tendo como estreante o pastor, diretor e professor da instituição, Leonardo Capochim. Ele, sob a direção e unção do Espírito Santo, aborda o tema “amor de Deus”.

Assista abaixo o primeiro episódio da série:

Para acompanhar as atividades que o Seminário Teológico Carisma desenvolve, inscreva-se no canal do youtube aqui.

:: Carisma

Adaptação: Lagoinha.com

Li e indico

Maravilhoso esse livro da Joyce Meyer. Ela conseguiu resumir de forma consistente esses 3 assuntos, tornando fácil o entendimento de verdades tão profundas.

Transient

COLOQUE EM ORDEM AS COISAS RESTANTES

Transient

por Pr. Márcio Valadão
Culto das 18h na IBL dia 20/10/2013

TITO 1.5
A carta aos Efesios não é uma carta de correção, é uma carta de modelo. Trás o modelo de como devemos viver e nos portar.


Interceda pela restauração de:
1. VISÃO
Efesios 3.21
"A Ele seja a glória."
Nós estamos aqui para a glória de Deus. Tudo o que fazemos, deve ser feito para a glória de Deus.
O pecado destituiu o homem da glória de Deus. Fez o homem perder o foco da glória de Deus e viver apenas para si.
Tudo o que Jesus fez foi para a glória de Deus. Ele não buscou a sua própria glória, mas a glória do Pai.

2. CHEFIA
Efesios 1.22,23
Cristo nosso Senhor
Cristo tem autoridade sobre tudo e todos.

3. VERDADE
Efesios 1.17-19
Conhecimento de Deus através da Sua Palavra.

4. FÉ
Efesios 3.12
Inteira confiança em Deus.
Efesios 3.17
Nós não vivemos por sentimentos, vivemos por fé e fé na Palavra de Deus.

5. OBEDIÊNCIA
Efesios 4.1
Não apenas ouvintes mas praticantes.
Efesios 4.17,18
A obediência é quando o nosso coração é mole, maleável. Uma obediência que flui por amor.

6. ADORAÇÃO
Efesios 5.18-20
Jorrar um incondicional amor a Deus.

7. ORAÇÃO
Efesios 6.18
Pedi, buscai, batei, recebe.
Orar sem cessar é você não desligar Dele, manter a comunhão firme nos momentos do dia a dia.

8. ARREPENDIMENTO
Efesios 4.22-27
Admitir, confessar, voltar-se, restituir.
Todo o pecado não confessado e não abandonado é uma porta aberta para satanás.

9. COMPROMISSO
Efesios 5.1,2
Entregar o corpo e o espirito.
Efesios 5.15,16

10. ORDEM DIVINA
Efesios 4.11,12
A igreja - ministérios

Efesios 5.22
Efesios 5.25
Efesios 6.1,2
Efesios 6.4
A família, esposas, maridos, filhos e pais.
Cristo, cabeça do homem;
Homem, cabeça da mulher;
Pais, cabeça dos filhos;
Filhos, em obediência aos pais, não são cabeça.

Efesios 6.5
Efesios 6.9
Mercado de trabalho - empregados, empregadores.

11. AMOR
Efesios 3.19
Coração dedicado e amor a Deus e aos outros.
Cada dia que vivemos é uma dádiva do amor de Deus.

12. OFERECENDO
Efesios 2.10
De si mesmo, tempo e bens.

13. PAZ
Efesios 2.14
Libertação do medo.

14. JUSTIÇA
Efesios 5.8-10
Integridade de coração e ação.

15. SANTIDADE
Efesios 1.4
Amando a justiça e odiando a iniquidade.

16. PODER
Efesios 3.16-19
Energia divina.

17. ZELO
Efesios 6.11,12
Entusiasmo de origem divina.

18. MISSÃO
Efesios 6.19,20
Resultado da visão dada por Deus.

19. UNIDADE
Efesios 4.3-6
Todos de acordo.

20. DOXOLOGIA
Efesios 6.24
A graça seja com todos os que amam sinceramente o nosso Senhor Jesus Cristo.